Buscar

Conversando sobres Cuidados

Atualizado: 26 de Ago de 2020

O ato de cuidar é inerente ao ser.



Conversando sobres Cuidados

Quando se cuida durante muito tempo sem ter um diagnóstico especifico do idoso ou quando o grau de dependência do requer uma presença constante com trocas de fraldas, compra de medicação, visita constante ao médico, preparo de alimentação especifica, horários determinados para ministrar a medicação, aliado a poucas ou nenhuma folga do trabalho, aliado a sobrecarga de responsabilidades. O Cuidador pode apresentar sintomas como fadiga intensa, isolamento social, irritabilidade constante, entre outros.

Está na hora de procurar ajuda profissional. Um acompanhamento médico e psicológico e férias. Algumas medidas simples no cotidiano podem evitar ou ajudar a minimizar estes problemas. Vamos conversando sobre isso no decorrer do período.

Elizabete Martins – Gerontóloga - 31/12/19

Este espaço é destinado a publicações de Cuidadores que fazem a diferença na vida dos idosos e que estão se destacando no mercado de trabalho, quer seja pelo cuidado humanizado ou pela inovação na arte de cuidar. É um espaço onde o diálogo se faz presente estreitando laços de convivência e informações pertinentes aos Cuidadores profissionais.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo